domingo, 28 de janeiro de 2018

"Houve adulteração na 5ª edição de A Gênese" por Cosme Massi


Há pouco publicamos aqui o lançamento da obra "El Legado de Allan Kardec", de Simoni Privato Goidinich (veja aqui), cuja chamada principal é a suposta adulteração do conteúdo original do livro A Gênese, de Allan Kardec, a quinta obra básica da Codificação do Espiritismo.

Esse livro, com essa tese, tem provocado certa celeuma no Movimento Espírita, inclusive, por ocasião de este ser o ano do 150° aniversário de lançamento de A Gênese, portanto, um ano jubilar para nós espíritas.

Por se tratar de uma tese forte, de uma acusação formal de "adulteração", é natural que haja controvérsias. Desta feita, e como convém ao nosso estudo e reflexão, colocamos em pauta para a apreciação de todos um novo ponto de vista sobre a questão, um argumento relevante, partindo de uma personalidade no meio espírita, o professor Cosme Massi.

Vamos às ponderações de Cosme Massi sobre a polêmica:


E você? O que pensa sobre essas duas versões?

Comente e compartilhe para aprofundarmos o debate!

Um comentário: